Quais as tendências da intralogística para 2024?

0
50

Quais as tendências da intralogística para 2024?

De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), em 2024 a estimativa é que o setor de máquinas e equipamentos apresente crescimento na receita líquida, depois de um 2023 menos aquecido. A organização estimou avanço de 2,4% neste ano — após queda prevista em 2023 de cerca de 8%.

Com o segmento aquecido, é possível identificar algumas tendências para o ano de 2024 e a  primeira está relacionada à sustentabilidade: de  olho no mercado, empresas da área intralogística devem investir cada vez mais em equipamentos elétricos, que possui entre os benefícios a redução de emissão do CO2 pelo setor – que, atualmente, é de 4% –, ergonomia, custo-benefício e eficiência, além da qualidade de vida dos operadores, que naturalmente são poupados da exposição aos ruídos excessivos, calor, vibrações, gases e partículas provenientes da queima de GLP, GNV e Diesel.

Além disso, a indústria 4.0 também é algo que deve evoluir no setor, a começar pelo aumento do uso de sistemas AGVs, que são veículos autônomos guiados que operam com auxílio de referência fixados no ambiente; e dos AMRs (robôs móveis autônomos), que navegam dentro de uma área pré-definida e são capazes de se guiar pelo local, sem a utilização de referências pré fixadas na região, além de serem capazes de alterar suas rotas através de inteligência embarcada. Ambas as soluções oferecem alto nível de segurança e de confiabilidade, além de possibilitar operações ininterruptas. Por isso, as empresas têm buscado esse tipo de tecnologia e esta tendência deve se intensificar neste ano.

Pensando nisso, o que acha de uma pauta falando sobre as tendências da intralogística para 2024?

Caso tenha interesse, colocamos à disposição o Raphael Souza, Gerente Corporativo Comercial da Jungheinrich Brasil, uma das líderes globais em intralogística.

Foto: Divulgação