Gestão eficiente com IA: como otimizar a logística de estoque e entrega? 

0
336

Gestão eficiente com IA: como otimizar a logística de estoque e entrega? 

por Bárbara Fraga*

 

Outubro de 2023 – No cenário atual, o qual há um constante crescimento do comércio eletrônico, a tríade da entrega eficiente, gestão de estoque precisa e distribuição estratégica se torna vital para o sucesso das operações logísticas. Gigantes como a Amazon e o Mercado Livre vêm liderando o setor e, para isso, utilizam a Inteligência Artificial (IA) como uma ferramenta-chave para otimizar processos e ter um retorno positivo com os clientes. 

E esse processo é afirmado por pesquisas. De acordo com a Deloitte, empresa de auditoria, consultoria, assessoria financeira, consultoria tributária e serviços relacionados, a IA pode ajudar a reduzir os custos de transporte em até 30% e melhorar o tempo de entrega em até 40%. 

Em contrapartida a esse avanço, ainda existe excesso de estoque que amarra o capital e o espaço, bem como aumenta os riscos de obsolescência e os custos associados. Com isso, diferentes operações têm se destacado na adoção de sistemas baseados em IA para analisar padrões de compra, comportamento do consumidor e fatores sazonais, a fim de permitir uma previsão de demanda mais precisa.  

Além de prever a demanda, o local de armazenamento é fundamental para uma distribuição inteligente. Dessa forma, com o uso da tecnologia, podemos otimizar a localização dos produtos nos centros de distribuição, minimizando a distância entre a compra e o cliente. Essa ação resulta em entregas mais rápidas e eficientes, com aumento da satisfação e redução dos custos de transporte. 

Um exemplo interessante nesse contexto é a Amazon. A empresa definiu estrategicamente diversos pontos físicos de distribuição espalhados pelo mundo, de modo que as entregas fossem rápidas, com maior qualidade e menos custos. E, atualmente, estima-se que a empresa tenha mais de 200 centros de logística em operação pelo mundo, todos equipados com alta tecnologia. 

Sendo assim, é importante frisar que a rota que será percorrida impacta a experiência com clientes e os custos operacionais e que, por meio da IA, pode-se analisar dados de tráfego em tempo real, considerar variáveis como clima e congestionamentos, calcular as rotas mais rápidas e, consequentemente, mais eficientes para os motoristas. Isso reduz o tempo de trânsito e gera uma entrega mais veloz. 

A Inteligência Artificial transformou radicalmente a logística no mundo. E à medida que a tecnologia avança, as empresas passaram a ter a oportunidade de incorporar a IA nas suas estratégias em busca da eficiência, agilidade e competitividade no mercado global. 

*Bárbara Fraga é consultora e estrategista em IA da A3Data, consultoria especializada em dados e inteligência artificial. 

Crédito Foto: Shutterstock