Tecnologia e ESG: NDD e TOTVS apresentam novos caminhos para a logística  

0
61

Tecnologia e ESG: NDD e TOTVS apresentam novos caminhos para a logística

São Paulo, julho de 2024 –Com entrevista exclusiva concedida ao Painel Logístico, durante o Universo TOTVS, realizado no Expo Center Norte, em São Paulo (SP), a diretora de logística e manufatura da TOTVS, Angela Gheller, citou os desafios da logística: aplicação de tecnologias, busca por menores custos, aumento da margem de lucro, entrega eficiente e a concorrência cada vez mais acirrada. Já o diretor comercial e de marketing da NDD, Alceu Keller, apresentou novas soluções tecnológicas para a logística e que ainda permitem a compensação do impacto ambiental das operações, facilitando o desenvolvimento de projetos voltados ao ESG. 

Segundo Angela Gheller, os setores de aeroportos, operadores logísticos, transporte e portos secos cresceram aceleradamente, com a aquisição de empresas e seus conglomerados. Pequenas empresas, por exemplo, que não tinham a preocupação com a aplicação de tecnologias em suas operações, já mudaram essa percepção e perceberam que não conseguem sobreviver sem a aplicação de soluções. Para atender os desafios, a TOTVS acaba de lançar a Suíte Logística TOTVS com 16 soluções no modelo SaaS (Software as a Service): TOTVS Agendamentos, TOTVS YMS, TOTVS Checklist, TOTVS Coleta e Entrega, TOTVS Marketplace Logístico, TOTVS WMS, entre outros módulos. 

No último ano, a companhia tem investido no estudo e desenvolvimento de aplicações de Inteligência Artificial (IA) dentro das soluções já existentes no portfólio. Um exemplo é o Insights Logísticos, uma ferramenta que combina BI e IA Generativa, do Chat GPT, com os produtos para logística oferecidos pela TOTVS para operadores logísticos, transportadores, embarcadores, portos e recintos alfandegários. “Dessa forma, os clientes recebem insights direto no sistema por meio do qual conseguem acompanhar de uma forma muito fácil os indicadores da operação logística, e podem ainda acionar a IA para buscar e analisar as informações”, destaca Angela. 

Tecnologias que aproximam o conceito ESG 

De forma inédita no Brasil, em apenas três meses, a NDD, empresa brasileira de tecnologia com presença em 42 países e com forte atuação nos setores de transporte, logística e fiscal, registrou R$ 3,2 bilhões em movimentação de cargas asseguradas no Brasil, por meio da solução NDD Averba, tecnologia pioneira para o processo de averbação do seguro de transporte de cargas, que permite a compensação de CO2 das operações logísticas de inédita no país.  “Além disso, introduzimos um processo fundamental de sustentabilidade ambiental de práticas ESG, assim como a compensação de CO2 durante o seguro do transporte de cargas, fator indispensável. Desta forma, cada cliente passa a ter a sua ‘caixa postal verde’”, destaca Alceu Keller. 

Alceu também comentou que a solução NDD Averba traz diversas funcionalidades inéditas, sendo a primeira plataforma de averbação eletrônica do mercado que compreende todos os ramos de transporte de mercadorias e faturamento de forma integrada, além de realizar de forma simples e prática a gestão de todas as apólices em um único sistema, com relatórios e dashboards em tempo real.   

“Destaco também que é a primeira solução que permite compensação das emissões de carbono do transporte e vamos transmitir esse conceito para transportadores e operadores logísticos que estão em busca de projetos para compensar o impacto ambiental de suas operações”, diz Alceu.  Este sistema é viabilizado através do programa Green Carbon, que compensa as emissões de CO2 por meio do plantio de árvores de pinus em áreas próprias de manejo florestal, durante todo o período de vida da espécie. 

Alceu Keller finaliza ao mencionar que a NDD tem um vasto portfolio para embarcadores, transportadoras, operadores logísticos e empresas de TMS e ERP, com soluções que contemplam a gestão e automação dos processos de emissão de todos os documentos fiscais, roteirização de viagem, meios de pagamento para frete e pedágio, auditoria de frete, até a comprovação da entrega.   

 Setores da indústria carentes de tecnologia 

As indústrias brasileiras avançam na digitalização das operações, segundo o estudo Índice de Produtividade Tecnológica (IPT) da Manufatura divulgado pela TOTVS. A diretora de produtos para Manufatura da TOTVS, Angela Gheller, informa que os players da manufatura brasileira evoluíram no ganho de produtividade tecnológica nos últimos cinco anos. 

Para as empresas que ainda não têm sistemas de gestão na produção, a implantação dessas soluções é uma prioridade nos próximos dois anos, principalmente para: controle da produção (47%), planejamento de produção (47%), qualidade (36%), manutenção de ativos (34%), distribuição/logística (29%) e engenharia (32%). No caso de distribuição e logística, temos um cenário para soluções de tecnologia relacionados à intralogística: WMS, gerenciamento do pátio, pesagem, gestão do transporte, entre outros. 

Matéria desenvolvida pela jornalista Anna Karina Spedanieri

Foto: Divulgação