Bio Instinto aumenta produtividade logística com WMS da onBlox

0
636

Bio Instinto aumenta produtividade logística com WMS da onBlox

Empresa do setor de produtos de beleza e higiene pessoal conseguiu economia de 66% do tempo de trabalho da equipe de logística, além de ter reduzido erros operacionais com novo sistema de gerenciamento de armazém

Para otimizar as atividades relacionadas ao gerenciamento dos armazéns e aumentar o nível tecnológico da operação logística, a Bio Instinto, empresa que atua na fabricação e distribuição de produtos de beleza, cosméticos e higiene pessoal, optou pelo sistema de gerenciamento de armazém, WMS (Warehouse Management System), da onBlox, companhia pertencente ao Grupo Máxima e líder em soluções para logística em módulos, segundo o ranking ABAD/Nielsen 2022.

A distribuidora, localizada em Anápolis, Goiás, que tinha problemas relacionados à expedição de produtos por conta da recorrência de erros durante o processo logístico. Isso acabava gerando retrabalho e prejuízo, mas, com o uso do WMS, foi possível praticamente zerar as falhas operacionais, além de organizar o armazém e as etapas pelas quais os produtos passam.

Com a solução, todo o trabalho passou a ser feito a partir de critérios de gerenciamento, endereçamento dos itens e até mesmo conferência com coletor. “Hoje trabalhamos com lotes e, como atuamos com cosméticos, conseguir rastrear os itens é essencial. Agora temos a certeza sobre o lote que está indo para o cliente, além de melhorar vários dos nossos processos”, explica Moisés Marques, supervisor de TI da Bio Instinto.

A empresa também aumentou sua produtividade. O tempo para realizar um inventário, por exemplo, foi reduzido em 66%, sem contar que não há mais a necessidade de parar a operação para realizar a contagem de produtos. 

Marques ainda revela que a Bio Instinto conseguiu expandir suas vendas, principalmente no setor do varejo, devido ao novo sistema. As principais mudanças que o uso do WMS possibilitou para esses resultados foi maior aproveitamento do potencial dos colaboradores do armazém, que passaram a ter um rendimento mais estratégico e de qualidade.

De acordo com o CEO da onBlox, Thiago Cruz, os custos logísticos devem ser controlados e cada empresa precisa ter liberdade para escolher em qual setor investir primeiro. Por isso, são oferecidas soluções que podem ser implementadas em módulos, sem necessidade de altos gastos iniciais. “Trabalhamos para trazer novidades e ferramentas que tornem a logística cada vez mais fácil para as empresas da cadeia de abastecimento, de modo que elas possam economizar e ainda tenham outros benefícios em diversos pontos da operação”, explica Cruz.