Período de pico das encomendas de final de ano vai exigir estrutura logística mais eficiente, em cenário de cautela do varejo

0
100

Período de pico das encomendas de final de ano vai exigir estrutura logística mais eficiente, em cenário de cautela do varejo

Modern Logistics se preparou para dar resposta rápida às demandas do varejo e indústria, no momento que as empresas buscam uma gestão mais racional dos estoques, sem comprometer as entregas

O movimento de entrega das encomendas no último trimestre, período de peak season, em função da Black Friday e do Natal, trará oportunidades, com o tradicional aumento do volume de cargas registrado nesta época, mas também deve representar desafios maiores, devido ao cenário de cautela do varejo e da indústria este ano. A avaliação é da Modern Logistics, uma das principais empresas de logística integrada do Brasil, que vem registrando uma maior a preocupação das empresas em garantir uma gestão ágil e justa dos estoques, sem comprometer o atendimento ao mercado.

“A incerteza econômica e as mudanças imprevisíveis nas preferências do consumidor tornaram a gestão de estoques e a distribuição de produtos um ponto crítico para as empresas”, afirma Cristiano Koga, CEO da Modern Logistics. “A capacidade de prever a demanda tornou-se um desafio, uma vez que o mercado oscila em resposta a fatores inesperados. Uma falha no planejamento, por exemplo, pode levar à falta de produtos e, consequentemente, a prejuízos incalculáveis”, observa.

Para atender às demandas de cada região do País, a Modern Logistics se preparou não apenas com foco na ampliação de sua capacidade operacional, mas também com a oferta de soluções customizadas e inovadoras de logística integrada, que poderão ajudar as empresas a gerenciarem seus estoques com eficiência, em um cenário de instabilidade.

As mudanças climáticas são outro fator que impacta o fluxo da logística e que requerem novas soluções para garantir o bom fluxo das mercadorias, conforme se verifica na região Norte do país, onde a seca da Amazônia, a quinta maior da sua história, já traz problemas para a logística de produtos.

“Os navios não conseguirão entrar em Manaus nos próximos dois meses, o que requer novas soluções de transporte de carga, incluindo o aéreo e o uso de barcaças.”, observa Mario Fernandes, CFO da Modern Logistics, ao lembrar que a empresa mantém rotas aéreas diárias para Manaus. “Nesse contexto, a capacidade para atender o mercado com soluções customizadas se torna um importante diferencial.”

Cristiano Koga observa que o mercado precisa hoje de soluções flexíveis, que se adaptem às necessidades específicas de cada cliente. “A agilidade será um diferencial competitivo ainda mais importante nesse contexto”, destaca o CEO da Modern Logistics, cuja atuação engloba serviços de armazenagem e gestão de estoques, transporte rodoviário, aéreo ou multimodal, para movimentação de grandes volumes.

A estrutura da Modern Logistics inclui uma frota própria de aeronaves e mais de 6 mil veículos parceiros aprovados para operar no solo, com serviços de coleta, entrega e transferência de mercadorias, além de Centros de Distribuição instalados em diversas localidades.

“A nossa estrutura operacional, associada à aplicação intensiva de tecnologia, nos tem permitido oferecer soluções sob medida para cada cliente e garantir que as operações ocorram de forma previsível e eficaz, no atendimento a uma ampla gama de setores, como os de tecnologia, farmacêutico, e-commerce, automotivo e industrial”, conclui Koga.

Informações à imprensa:

GPCOM Comunicação Corporativa

Murillo Senne – murillo@gpcom.com.br (11) 98223-9260

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here