Tecon Vila do Conde é opção para driblar impacto da seca no transporte de contêineres no rio Amazonas

0
192
DCIM100MEDIADJI_0224.JPG

Tecon Vila do Conde é opção para driblar impacto da seca no transporte de contêineres no rio Amazonas

 

Terminal atende navios de longo curso e de cabotagem que precisam reduzir peso para navegar com segurança até Manaus; contêineres descarregados seguem para o destino por barcaça

 São Paulo,  outubro de 2023 – A Santos Brasil, por meio de seu terminal de contêineres de Vila do Conde (PA), passou a exercer um importante papel no apoio às empresas de navegação que estão com dificuldade de trafegar pelo rio Amazonas em função da grave seca que está afetando a região e que já reduziu em cerca de 40% a navegabilidade do rio.

Com capacidade operacional para atender demandas extraordinárias, a empresa passou a ser ponto de parada de navios de cabotagem e longo curso com destino a Manaus e que precisam reduzir peso para navegar com segurança até o destino. A carga descarregada na Santos Brasil, por sua vez, é embarcada em barcaças (embarcação com fundo chato), que têm pouca restrição de navegação, e segue também para Manaus. No retorno, a mesma operação acontece.

O primeiro navio a realizar essa operação chegou ao terminal no último dia 30, quando foram transbordados cerca de 300 contêineres cheios que foram divididos em duas barcaças rumo a Manaus. Nesta semana, está prevista mais uma operação, mas no sentido inverso. A carga irá de Manaus nas embarcações especiais para o terminal e um navio de cabotagem será carregado com destino a vários outros portos do País.

A logística da região Norte do Brasil vive uma crise sem precedentes por conta da seca, que é normal neste período, mas que neste ano chegou mais cedo e mais forte e deve durar mais quatro meses. Além da grave questão ambiental, a grande preocupação é o desabastecimento da região, afetando tanto a população quanto os negócios da zona franca de Manaus.
 

A estratégia de incluir Vila do Conde nesta nova equação logística e utilizar barcaças para parte da carga só foi possível graças aos pesados investimentos que a Santos Brasil vem fazendo na ampliação e modernização de seu terminal no Pará.
 

Em 2022, foram investidos cerca de R$ 39 milhões em melhoria de infraestrutura e ampliação de área e outros R$ 120 milhões estão sendo empregados em obras de expansão e compra de novos equipamentos para o terminal, com o objetivo de elevar em quase 40% a sua capacidade, dos atuais 217 mil TEUs (unidade equivalente a um contêiner de 20 pés) por ano para perto de 300 mil TEUs/ano em 2025. De acordo com Danilo Ramos, diretor Comercial de Operações Portuárias da Santos Brasil, a Companhia atua com visão e projeção de longo prazo, capacitandose assim sempre à frente da demanda futura. “Por isso, em casos de força-maior como este, conseguimos dar vazão e suporte com qualidade às necessidades inesperadas de nossos clientes”, diz.
 

O Tecon Vila do Conde é um terminal fluvial de contêineres e de carga de projetos, com enorme potencial de crescimento, impulsionado pelo agronegócio e mineração na exportação e por equipamentos e máquinas na importação. Está estrategicamente localizado no Arco Norte, no delta do Rio Amazonas, em uma área de grande capilaridade hidroviária e também muito próxima às principais rotas marítimas internacionais, com acesso a todos os continentes.
 

Sobre a Santos Brasil
A Santos Brasil é referência em operações portuárias e logísticas. Foi criada há 25 anos para operar o Tecon Santos (SP), maior e mais eficiente terminal de contêineres da América do Sul. Neste período, já investiu mais de R$ 9 bilhões, calculados a valor presente, em aquisições, expansões, novos equipamentos e tecnologia, contribuindo para o desenvolvimento do comércio exterior brasileiro.
 

Atua nacionalmente por meio de dez terminais estrategicamente localizados – sendo três de contêineres (Tecon Santos em SP, Tecon Imbituba em SC e Tecon Vila do Conde no PA), um de veículos em Santos, três de carga geral (um em Imbituba e dois arrendamentos temporários em Santos, na margem direita do porto), e três de granéis líquidos em Itaqui (MA). Através da Santos Brasil Logística, que opera de maneira integrada aos terminais, oferece soluções completas do porto ao e-commerce aos seus mais de 9.400 clientes.
 

A Santos Brasil é listada no Novo Mercado da B3, o mais elevado padrão de governança corporativa, e signatária do Pacto Global, da ONU, que mobiliza empresas para o avanço relacionado à sustentabilidade. Faz parte do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da B3 e do índice S&P/B3 ESG. É certificada pelo GPTW, como uma das melhores empresas para se trabalhar, pelo quinto ano consecutivo.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here